Hotline Miami

"Hotline Miami é um dos poucos jogos que pode ser classificado como sendo único. E adivinhem, para ser único não foi necessário um orçamento multimilionário que tem que ser justificado por milhões de unidades vendidas. Com um orçamento baixo, a melhor forma de prevalecer é ser original, e neste aspeto, Hotline Miami transborda. Não é um espanto que tenha sido considerado um dos melhores jogos independentes de 2012, e cujo sucesso resultou nesta versão para a PS Vita (e também para a PS3) e numa sequela que já está em produção.

Este não foi o meu primeiro contacto com Hotline Miami. Comprei e joguei a versão para PC no início deste ano. O que me cativou inicialmente foi aquele vibe dos anos 80, uma época pela qual confesso que tenho um fraquinho, mas rapidamente descobri que Hotline Miami é muito mais do que isso. A jogabilidade rápida mas simples, e o desafio de superar níveis cada vez mais difíceis, rapidamente se entranharam e num ápice fiquei conquistado pelo seu carisma.

Hotline Miami é na sua raiz muito estranho e com muitos momentos em que perguntamos "Afinal o que se está a passar?", não apenas porque o protagonista usa máscaras de animais que lhe dão habilidades especiais durante as suas chacinas noturnas, mas porque nada parece fazer sentido. O enredo é inteligente e não revela todas as cartas de uma só vez, mas ao princípio tudo é bastante confuso e continuará a ser até aos últimos momentos. Só pelo final do jogo é que as peças começam a encaixar dando sentido ao enredo. A forma como está estruturado é inteligente e mantém-mos agarrados até ao final em duas frentes: pela curiosidade de perceber o que se está a passar e pela jogabilidade altamente viciante."

Fonte: Eurogamer
Autor: Jorge loureiro 

Já joguei, concordo plenamente, e recomendo desda já o jogo!

Cumprimentos,
Kinguin.pt